Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia


Tipo de curso
Mestrado

1.Apresentação
O ciclo de estudos conducentes ao grau de Mestre em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, criado pelo Despacho nº 8518/2016, de 30 de junho, integra:
a)Um curso de especialização em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, constituído por um conjunto organizado de unidades curriculares, que corresponde a 65% (78 ECTS) do total dos créditos do ciclo de estudos;
b)Uma dissertação de natureza científica, original e especialmente realizada para este fim, que corresponde a 35% (42 ECTS) do total dos créditos do ciclo de estudos.
O grau de mestre é conferido aos estudantes que tenham obtido aprovação no Curso de Especialização e no ato público de defesa da dissertação científica.


2. As áreas científicas e créditos que devem ser reunidos para a obtenção do grau

 

ÁREA CIENTÍFICA

SIGLA

CRÉDITOS

OBRIGATÓRIOS

OPTATIVOS

Enfermagem

723

112      

0

Gestão e Administração

345

2,5

0

Ciências da Educação

142

2,5

0

Saúde

720

3   

0

TOTAL

120       

0

 

3.Descrição e fundamentação
A formação de enfermeiros especialistas em Enfermagem de Saúde Materna é hoje, no contexto Nacional e Regional uma necessidade, reconhecida quer pelas Instituições de Saúde, Ordem dos Enfermeiros, Associações Profissionais, bem como, pelo próprio Ministério da Saúde.
Importa preparar enfermeiros especializados na área de Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, com competências no domínio científico, técnico e humano para dar resposta às necessidades institucionais, as quais resultam das respostas necessárias a dar à população, aos vários níveis de intervenção.
Neste enquadramento a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, enquanto instituição que se apresenta na vanguarda da formação de enfermeiros especialistas em Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica, não pode nem deve ficar alheia a estes desafios, tendo a responsabilidade de continuar a assumir este tipo de formação, pelo corpo docente de que dispõe, pelos recursos que possui, pela experiência que adquiriu ao longo dos anos nesta área de formação, bem como, pelo enquadramento social e académico de que dispõe, no contexto formativo da Região Centro e do País, como escola de referência.
O plano de estudos do Curso de Mestrado em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, foi desenvolvido com base em princípios e orientações dum largo conjunto de documentos legais, dos quais destacamos:
-Directiva nº 80/154/CEE e Directiva nº 80/155/CEE, de 21 de Janeiro, alterada pela Directiva nº 89/594/CEE, de 23 de Novembro;
-Decreto-Lei nº 322/87 de 28 de Agosto, alterado pelo Decreto-Lei nº 15/92 de 4 de Fevereiro;
-Decreto-Lei nº 333/87 de 1 de Outubro;
-O Regime Legal da Carreira de Enfermagem – Decreto-lei n.º 437/91, de 8 de Novembro e Decreto-lei n.º 412/98 de 30 de Dezembro;
-Decreto-Lei nº 437/91 de 8 de Novembro, alterado pelo Decreto-Lei nº 412/98 de 30 de Dezembro;
-O Regulamento do Exercício Profissional dos Enfermeiros – Decreto-lei n.º 161/96 de 4 de Outubro;
-O Estatuto da Ordem dos Enfermeiros – Decreto-lei n.º 104/98, de 21 de Abril;
-As Bases Gerais do Regime Jurídico da Prevenção, Habilitação, Reabilitação e Participação da Pessoa com Deficiência – Lei nº 38/2004, de 18 de Agosto;
-A Lei de Bases do Sistema Educativo – Lei n.º 49/2005, de 30 de Agosto;
-O Regime Jurídico dos Graus e Diplomas do Ensino Superior – Decreto-lei nº 74/2006, de 24 de Março;
-Os Estatutos da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, homologado pelo Despacho Normativo nº 20 /2006, de 20 de Fevereiro.
-Despacho nº 7287-c/2006 (2ª série), de 31 de Março

Assim, este plano de estudos, encontra-se sustentado em princípios legais e num perfil de conhecimentos, competências e experiências inerentes ao exercício profissional na Especialidade de Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia e à atribuição do Grau de Mestre.

4.Objetivos gerais do ciclo de estudos
O Curso de Mestrado em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, tem como finalidade formar enfermeiros com competências, conhecimentos e capacidades imprescindíveis à prestação de cuidados de enfermagem especializados em Saúde Materna e Obstetrícia, procurando encontrar as melhores respostas às necessidades das famílias ao longo do seu ciclo vital, implicando a análise e reflexão dos problemas e das situações sócio-demográficas e de saúde das populações.
Na sua componente educativa, para além de visar o desempenho e o desenvolvimento profissional, procura prosseguir os objetivos essenciais da política para o ensino superior, conferindo, de acordo com o artigo 15º do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março republicado pelo Decreto-Lei nº 115/2013 de 7 de agosto, o Quadro do Sistema Europeu de Garantia de Qualidade no ensino superior e o QNQualificações, competências que permitam uma aprendizagem ao longo da vida e os conhecimentos e capacidades de compreensão para: a resolução de problemas em situações novas e/ou complexas, em contextos alargados e multidisciplinares; o desenvolvimento de soluções e a emissão de juízos, incluindo reflexões sobre as suas implicações éticas e sociais; e a comunicação de conclusões de forma clara e sem ambiguidades. Pretende-se assim, que esta formação seja pautada pela liberdade e responsabilidade, no mais estreito respeito pelos aspetos éticos e deontológicos inerentes à Enfermagem.

5.Objetivos de aprendizagem/competências
No final do curso, os estudantes devem ser capazes de:
-Promover a saúde sexual e reprodutiva através de educação para a saúde e para a formação de educadores neste domínio;
-Realizar a vigilância de saúde da mulher/família durante a gravidez, trabalho de parto e puerpério;
-Executar o parto eutócico, com ou sem episiotomia e perineorrafia;
-Atuar em situações de urgência, nomeadamente no parto pélvico, extração manual da placenta e revisão uterina;
-Assegurar os cuidados de enfermagem especializados à mulher/família durante o ciclo reprodutivo;
-Promover a saúde da mulher ao longo do ciclo reprodutivo, incentivando o seu autocuidado e a coresponsabilização no projeto de saúde da família;
-Prestar cuidados de enfermagem especializados à mulher com patologia Ginecológica e Obstétrica;
-Prestar cuidados de enfermagem ao recém-nascido normal e de risco, incluindo a reanimação, se necessário;
-Desenvolver projetos de investigação e de intervenção, no âmbito da Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica;
-Contribuir para o desenvolvimento da identidade profissional e autonomia dos Enfermeiros Especialistas em Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica;
-Participar em projetos e políticas na área da saúde, especificamente no domínio da saúde sexual e reprodutiva.
-Desenvolver competências ao longo da vida, na área de Enfermagem de Saúde Materna, Obstetrícia, Ginecologia e Neonatologia.


6.Organização do curso
O regime normal do Curso compreende quatro semestres, num total de dois anos letivos.
O primeiro semestre corresponde à componente teórica, teórico-prática e prática. O segundo semestre integra o Projeto de dissertação, no âmbito da unidade curricular Investigação em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia e ensinos clínicos. O terceiro semestre é composto exclusivamente por ensinos clínicos.
O quarto semestre, corresponde à unidade curricular Investigação em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, que integra, para além da elaboração, apresentação e discussão da Dissertação, a apresentação de um Portfólio e uma Prática Reflexiva, com um total de 42 ECTS.
As unidades curriculares são coordenadas e lecionadas por professores da Escola, prevendo-se a colaboração de peritos externos nesta área.
Os ensinos clínicos são realizados em instituições de saúde que garantem as condições de aprendizagem para dar resposta adequada aos objetivos preconizados.
A dissertação científica é orientada por um professor doutor ou por um professor especialista de mérito reconhecido pelo órgão científico estatutariamente competente para o efeito, sendo a mesma objeto de apreciação e discussão pública por um júri de acordo com o previsto no Decreto-Lei nº 115/2013 de 7 de agosto.
Os estudantes têm de obter em todas as unidades curriculares, uma classificação igual ou superior a 10 valores.

 





Unidades Curriculares Área Científica Tipo Total horas Horas T Horas TP Horas PL Horas S Horas E/TC Horas OT ECTS


T - Ensino Teórico; TP - Ensino Teórico-Prático; PL - Ensino Prático e Laboratorial;
S - Seminário; E/TC - Ensino Clínico/Trabalho de Campo; OT - Orientação Tutorial

Os graduados com o mestrado em enfermagem de saúde materna e obstetrícia ficam habilitados a prestar cuidados especializados de enfermagem de saúde materna e obstetrícia no âmbito da saúde sexual e reprodutiva às mulheres/casal/família durante o ciclo préconcepcional, pré-natal, parto, pós-parto e ginecologia e reúnem os requisitos técnico-científicos para desenvolver a sua atividade profissional tanto no setor público como no setor privado, ao nível dos Centros de Saúde, Hospitais, Clínicas, Unidades de Cuidados na Comunidade, entre outros, em qualquer regime de prestação de serviço incluindo o liberal.




ID Data Nome do ficheiro


ID Data Título do aviso Aviso


1º Semestre




2º Semestre




3º Semestre




4º Semestre