Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria


Tipo de curso
Mestrado

1.Apresentação
O ciclo de estudos conducentes ao grau de Mestre em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria, criado pelo Despacho nº 8486/2017, de 27 de setembro, integra:
a) Um curso de especialização em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria, constituído por um conjunto organizado de unidades curriculares, que corresponde a 65% (78 ECTS) do total dos créditos do ciclo de estudos;
b) Uma dissertação de natureza científica, original e especialmente realizada para este fim, que corresponde a 35% (42 ECTS) do total dos créditos do ciclo de estudos.
O grau de mestre é conferido aos estudantes que tenham obtido aprovação no Curso de Especialização e no ato público de defesa da dissertação científica.

2. As áreas científicas e créditos que devem ser reunidos para a obtenção do grau

Área científica

Sigla

Créditos

Obrigatórios

Optativos

Ciências da Educação

142

2,5

 

Gestão e Administração

345

2,5

 

Saúde

720

9

 

Enfermagem

723

106

 

Total

120

 

 

3. Descrição e fundamentação
A saúde mental e os problemas com ela relacionados são uma das áreas mais sensíveis de saúde das populações. De facto é sabido que os problemas relacionados com a saúde mental constituem13% da carga global das doenças (OMS, 2001) e que 5 em cada 10 das causas que levam à inaptidão são problemas de saúde mental (OMS, 2003). Tendo em conta que a dimensão dos problemas relativos à saúde mental das populações tem um enorme impacto no sofrimento individual, nos fenómenos de exclusão social e nos custos directos ou indirectos causados pelas doenças mentais (OMS, 2003), a necessidade de formação especializada, em enfermagem, nesta área está amplamente reconhecida, seja por organismos da União Europeia (2004), seja por organismos internacionais, como a OMS, que em 2003 propôs um currículo para a formação especializada em enfermagem de saúde mental, após a formação geral qualificada.
A definição de um perfil de competências do enfermeiro especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica é já uma realidade em muitos países. Em Portugal, a Ordem dos Enfermeiros realizou um trabalho que validou um perfil de competências do enfermeiro de cuidados gerais. Ao mesmo tempo, realizaram-se alguns estudos e debates acerca das competências específicas dos enfermeiros de saúde mental e psiquiátrica, o que permite construir um referencial teórico orientador para esta definição.
Neste contexto, para o perfil do especialista, graduado ao nível de mestrado, adotaremos uma definição que inclui o conjunto das capacidades, habilidades, destrezas, conhecimentos gerais e especializados, domínio do conjunto das técnicas e dos procedimentos no âmbito da enfermagem especializada, avaliados em situação de teste ou no desempenho das actividades que caracterizam o exercício profissional.
A definição de um perfil de competências do enfermeiro especialista em Enfermagem de Saúde mental e Psiquiatria é já uma realidade em muitos países. Em Portugal, a ordem dos Enfermeiros realizou um trabalho que validou um perfil de competências do enfermeiro de cuidados gerais. Ao mesmo tempo, realizam-se alguns estudos e debates acerca das competências especificas dos enfermeiros de saúde mental e psiquiatria, o que permite construir um referencial teórico orientador para esta definição.

4.Objetivos gerais do ciclo de estudos
O Curso de Mestrado em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria é uma formação especializada que tem como finalidade preparar os enfermeiros para o desenvolvimento de atividades autónomas e interdependentes em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica.
Na sua componente educativa, para além de visar o desempenho e o desenvolvimento profissional, procura prosseguir os objectivos essenciais da política para o ensino superior, conferindo competências que lhes permitam uma aprendizagem ao longo da vida e os conhecimentos e capacidades de compreensão para: a resolução de problemas em situações novas e/ou complexas, em contextos alargados e multidisciplinares; o desenvolvimento de soluções e a emissão de juízos, incluindo reflexões sobre as suas implicações éticas e sociais; e a comunicação de conclusões de forma clara e sem ambiguidades.

5.Objetivos de aprendizagem/competências
Pretende-se que no final do curso o estudante seja capaz de:
- Valorizar a saúde mental no desenvolvimento integral do ser humano;
- Compreender a pessoa numa perspectiva contextual, tendo em conta a transculturalidade e a diversidade;
- Identificar os problemas de saúde mental no indivíduo, família, grupos e comunidade, em cada fase do ciclo de vida;
- Planear, numa perspectiva transcultural, as interacções de enfermagem adequadas para resolver e/ou minimizar os problemas de saúde mental e as perturbações mentais;
- Prestar cuidados especializados de enfermagem baseados na evidência;
- Planear, de forma negociada, cuidados especializados em enfermagem;
- Avaliar os cuidados de enfermagem prestados e estabelecer o feedback;
- Participar com outros profissionais de saúde nacionais e internacionais nas políticas de organização dos cuidados de saúde mental e na concepção, execução e avaliação de projectos de saúde que visem o bem-estar e a qualidade de vida relacionada com a saúde das populações;
- Participar na gestão de cuidados e recursos em saúde;
- Contribuir para o desenvolvimento da enfermagem em geral e da enfermagem da saúde mental e psiquiátrica em particular, nomeadamente através da prática de investigação, do ensino e da formação.


6.Organização do curso
O regime normal do Curso compreende quatro semestres, num total de dois anos letivos.
As unidades curriculares são coordenadas e lecionadas por professores da Escola, prevendo-se a colaboração de peritos externos nesta área.
Os ensinos clínicos são realizados em instituições de saúde que garantem as condições de aprendizagem para dar resposta adequada aos objetivos preconizados.
A dissertação científica é orientada por um professor doutor ou por um professor especialista de mérito reconhecido pelo órgão científico estatutariamente competente para o efeito, sendo a mesma objeto de apreciação e discussão pública por um júri de acordo com o previsto no Decreto-Lei nº 115/2013 de 7 de agosto.
Os estudantes têm de obter em todas as unidades curriculares, uma classificação igual ou superior a 10 valores.





Unidades Curriculares Área Científica Tipo Total horas Horas T Horas TP Horas PL Horas S Horas E/TC Horas OT ECTS


T - Ensino Teórico; TP - Ensino Teórico-Prático; PL - Ensino Prático e Laboratorial;
S - Seminário; E/TC - Ensino Clínico/Trabalho de Campo; OT - Orientação Tutorial

Os enfermeiros especialistas em saúde mental e psiquiatria para além das competências de enfermagem de cuidados gerais, podem desempenhar um papel como especialista para trabalhar, no hospital e na comunidade, com os indivíduos e as suas famílias que experimentam ou são afetados por doença mental” (OMS, 2003).




ID Data Nome do ficheiro


ID Data Título do aviso Aviso


1º Semestre
José Carlos Pereira dos Santos



2º Semestre
José Carlos Pereira dos Santos



3º Semestre
Maria Helena dos Santos Quaresma



4º Semestre
Maria Helena dos Santos Quaresma