Especialização em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria


Tipo de curso
Pós-graduação

1.FINALIDADE DO CURSO

O Curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra cujo plano de estudos se encontra publicado na Portaria nº 234/2016, de 30 de agosto, tem como finalidade formar enfermeiros com competências para a prática especializada na área de enfermagem de saúde da criança e do jovem.
O plano de estudos respeita a matriz construída pela Ordem dos Enfermeiros, quanto aos temas que devem ser abordados em todos os CPLEE, temas que devem ser abordados neste CPLEE, estágios que devem ser realizados, duração mínima do período de estágio, duração mínima dos CPLEE e título profissional exigido aos docentes responsáveis pelos estágios e aos coordenadores dos CPLEE.
Podem candidatar-se a este curso os detentores de um curso de licenciatura em Enfermagem ou equivalente legal com pelo menos dois anos de exercício efetivo da profissão, aos quais será passado diploma ou certidão de especialização em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria, com vista à atribuição do título de enfermeiro especialista pela Ordem dos Enfermeiros.

Objetivos Curriculares

a)Desenvolver a compreensão e responsabilidade do enfermeiro inerentes ao processo de cuidados especializados de enfermagem de saúde infantil e pediátrica;
b)Proporcionar o máximo de crescimento de capacidades individuais em situação de prestação de cuidados de enfermagem pediátricos, assim como nas decisões ético morais, nas relações interpessoais, na integração em grupos e nas relações entre grupos;
c)Favorecer a compreensão e apreciação da diversidade cultural e as dimensões subjetivas das experiências de saúde e doença na criança e família;
d)Treinar o pensamento crítico e a resolução de problemas de nível avançado para contribuir para um julgamento clínico e tomada de decisão autónoma assentes na Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem.
e)Dotar de um corpo de conhecimentos teóricos e práticos sustentado nas ciências de enfermagem, biomédicas e sócio-comportamentais.

Objetivos de aprendizagem
Os estudantes no final do curso devem ser capazes de:
a)Identificar as respostas da criança e família aos processos de vida e de saúde-doença.
b)Planear, executar e avaliar cuidados de enfermagem especializados de enfermagem de saúde Infantil e pediatria, à criança e família;
c)Conceber, organizar, planear, executar e avaliar programas de cuidados especializados no âmbito da enfermagem de Saúde Infantil Pediatria;
d)Realizar práticas baseadas na evidência e desenvolver investigação nos campos de intervenção da Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria;
e)Assumir a responsabilidade na educação/formação dos enfermeiros e de outros profissionais da unidade de cuidados;
f)Assegurar e/ou participar na gestão de cuidados de enfermagem gerais e especializados;
g)Participar na política, planeamento e na gestão de cuidados e recursos em saúde;
h)Dar pareceres técnico-científicos no âmbito da Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria;

PERFIL DE COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER

As competências comuns a desenvolver são as que resultam do Regulamento nº 122/2011, de 18 de fevereiro - Regulamento das Competências Comuns do Enfermeiro Especialista, nomeadamente:
A.Competências do domínio da responsabilidade profissional, ética e legal
B.Competências do domínio da melhoria contínua da qualidade
C.Competências do domínio da gestão dos cuidados
D.As competências do domínio das aprendizagens profissionais

As competências específicas a desenvolver são as que estão definidas pelo artigo 4.º, do Regulamento n.º 123/2011; de 18 de fevereiro - Regulamento das Competências Específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Saúde da Criança e do Jovem e que são as seguintes:
A.Assistir a criança/jovem com a família, na maximização da sua saúde;
a.Implementa e gere, em parceria, um plano de saúde, promotor da parentalidade, da capacidade para gerir o regime e da reinserção social da criança/jovem.
b.Diagnostica precocemente e intervém nas doenças comuns e nas situações de risco que possam afetar negativamente a vida ou qualidade de vida da criança/jovem.

B.Cuidar da criança/jovem e família nas situações de especial complexidade
a.Reconhece situações de instabilidade das funções vitais e risco de morte e presta cuidados de enfermagem apropriados;
b.Faz a gestão diferenciada da dor e do bem-estar da criança/jovem, otimizando as respostas;
c.Responde às necessidades das crianças com doenças raras, e suas famílias, com cuidados de enfermagem apropriados;
d.Providencia cuidados promotores da majoração dos ganhos em saúde à criança/jovem, recorrendo a uma variedade de terapias de enfermagem, comuns e complementares, amplamente suportadas na evidência;
e.Promove a adaptação da criança/jovem e família à doença crónica, doença oncológica, deficiência/incapacidade.

C.Presta cuidados específicos em resposta às necessidades do ciclo de vida e de desenvolvimento da criança e do jovem
a.Promove o crescimento e o desenvolvimento infantil;
b.Promove a vinculação de forma sistemática, particularmente no caso do recém -nascido (RN) doente ou com necessidades especiais;
c.Comunica com a criança e família de forma apropriada ao estádio de desenvolvimento e à cultura;
d.Promove a auto-estima do adolescente e a sua auto-determinação nas escolhas relativas à saúde.
Pretende-se que as competências a serem desenvolvidas pelos formandos contemplem, além dos conhecimentos técnicos e científicos, os referentes ao domínio relacional, o qual se considera imprescindível na prestação de cuidados de enfermagem.


ESTRUTURA CURRICULAR

O curso de Pós-Licenciatura de Especialização tem a duração de três semestres correspondendo a 90 ECTS.
É um currículo centrado no formando, procurando um equilíbrio entre a preparação científica e tecnológica e a relacional, norteado para uma funcionalidade imediata e de longo prazo e beneficiando do potencial da comunidade envolvente.
Prevê-se um modelo transdisciplinar fundamentalmente baseado em núcleos temáticos, incluindo no entanto unidades mais formais, que devem funcionar como verdadeiros corpos de saber a fim de potenciar o desenvolvimento dos referidos núcleos temáticos.
As unidades curriculares devem ajudar o formando a responder às competências que o enfermeiro especialista deve expressar.
Todas as unidades curriculares têm como responsáveis professores doutorados ou professores coordenadores, concursados para categoria com provas públicas ou avaliação curricular.

As áreas científicas e créditos que devem ser reunidos para obtenção do diploma constam no quadro seguinte:

Área científica

Sigla

Créditos

Obrigatórios

Optativos

Ciências da Educação

142

2,5

-

Gestão e Administração

345

2,5

-

Saúde

720

10,5

 

Enfermagem

723

74,5

-

Total

90

ORGANIZAÇÃO DO CURSO

O curso é levado a cabo pela UCP de Enfermagem de Saúde da Criança e do Adolescente sendo os seus professores sobretudo desta UCP. Algumas unidades curriculares comuns a outros cursos serão leccionadas por professores da ESEnfC e serão chamados a colaborar especialistas em matérias específicas.





Unidades Curriculares Área Científica Tipo Total horas Horas T Horas TP Horas PL Horas S Horas E/TC Horas OT ECTS


T - Ensino Teórico; TP - Ensino Teórico-Prático; PL - Ensino Prático e Laboratorial;
S - Seminário; E/TC - Ensino Clínico/Trabalho de Campo; OT - Orientação Tutorial

Os estudantes que concluírem o Curso de Pós Licenciatura de Especialização em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria podem solicitar à Ordem dos Enfermeiros a atribuição do título de Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria de forma a poderem vir a prestar cuidados especializados de enfermagem à criança e jovem, e a desenvolver a sua atividade profissional em três setores distintos: público e  privado (Centros de Saúde, Hospitais, maternidades, creches e jardins de Infância, Clínicas, Escolas, entre outros), ou ainda em regime de exercício liberal.




ID Data Nome do ficheiro


ID Data Título do aviso Aviso


1º Semestre
Dulce Maria Pereira Garcia Galvão



2º Semestre
Dulce Maria Pereira Garcia Galvão



3º Semestre




4º Semestre