Especialização em Enfermagem de Reabilitação


Tipo de curso


O Curso de Pós Licenciatura de Especialização em Enfermagem de Reabilitação, cujo plano de estudos se encontra publicado na Portaria nº 184/2016, de 11 de junho, tem como finalidade formar enfermeiros com competências, conhecimentos e capacidades para a prestação de cuidados especializados em Enfermagem de Reabilitação.

 

OBJECTIVOS DO CURSO

Pretende-se que o estudante no final do curso seja capaz de:

-Identificar/diagnosticar, conceber, implementar e avaliar os resultados dos cuidados de enfermagem especializados de reabilitação às pessoas com necessidades especiais, ao longo do ciclo de vida, em todos os contextos do exercício profissional, maximizando a sua funcionalidade, capacidades ou potencialidades;

-Integrar conhecimentos, lidar com questões complexas e encontrar soluções ou emitir juízos em situações que incluem implicações e responsabilidades profissionais, éticas e sociais, e atuar cientificamente e desenvolver práticas de investigação nos campos de intervenção da enfermagem de reabilitação;

-Analisar a problemática da deficiência, limitação da atividade e da restrição da participação na sociedade atual, tendo em vista o desenvolvimento e implementação de ações autónomas e ou pluridisciplinares, que de acordo com o enquadramento social, político e económico promovam a reinserção social e o exercício da cidadania;

-Assumir a responsabilidade na educação/formação dos enfermeiros e de outros profissionais da unidade de cuidados e assegurar/participar na gestão de cuidados de enfermagem gerais e especializados;

-Participar na política, planeamento e na gestão de cuidados e recursos em saúde;

-Dar pareceres técnico-científicos no âmbito da enfermagem de reabilitação.

 

PERFIL DE COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER

O Curso visa dotar os enfermeiros das competências necessárias ao pleno exercício profissional na área de especialização em Enfermagem de Reabilitação, em conformidade com as competências previstas nos regulamentos nº 122/2011 e 125/2011, de 18 de fevereiros respetivamente. Desta forma, no final do curso os enfermeiros devem demonstrar as seguintes competências:

-Concebe e desenvolve planos/programas de intervenção em enfermagem de reabilitação que visem a promoção de capacidades de autocontrolo e de realização dos autocuidados e das atividades de vida diária do cliente, nos processos de transição saúde/doença e incapacidade;

-Identifica, concebe, implementa e avalia cuidados de enfermagem personalizados e diferenciados que, no âmbito das funções e estruturas do corpo que limitam as atividades ou restrinjam a participação, promovam a capacidade e maximizem a funcionalidade do cliente, visando a reinserção na família e comunidade e o exercício da cidadania;

-Utiliza e mobiliza o conhecimento e a metodologia baseada na evidência científica, tanto para a conceção, como para o planeamento, implementação e avaliação dos cuidados de reabilitação nas pessoas com alterações da funcionalidade, sobretudo, ao nível motor, sensorial, cognitivo, cardiorrespiratório, da eliminação vesical e intestinal, alimentação e sexualidade;

-Revela capacidade de liderança na gestão dos cuidados de enfermagem nos serviços e instituições relativamente aos cuidados no âmbito da especialidade de enfermagem de reabilitação;

-Revela capacidade de planeamento e organização da formação em serviço e de processos de melhora contínua dos cuidados de enfermagem e de saúde, nomeadamente utilizando e dinamizando a utilização da investigação pelas equipas.

 

ESTRUTURA CURRICULAR

O Curso tem 90 ECTS e está organizado em três semestres: os dois primeiros semestres correspondem à componente teórica, teórico-prática e prática do curso; o terceiro semestre, corresponde à componente de prática clínica.

O plano de estudos encontra-se em conformidade com os Regulamentos nº 122/2011 e nº 125/2011 e respeita a matriz construída pela Ordem dos Enfermeiros quanto aos temas que devem ser abordados em todos os Cursos de Pós- Licenciatura de Especialização em Enfermagem, quanto aos temas que devem ser abordados nos CPLEER, quanto aos estágios que devem ser realizados e sua duração mínima, quanto à duração mínima destes Cursos e quanto ao Título Profissional exigido aos enfermeiros responsáveis pelos estágios e aos coordenadores dos CPLEER.

As áreas científicas e créditos que devem ser reunidos para a obtenção do diploma encontram-se do Quadro 1.

 

Quadro 1 – Áreas Científicas e Créditos para obtenção do Diploma

ÁREA CIENTÍFICA

SIGLA

CRÉDITOS

OBRIGATÓRIOS

OPTATIVOS

Ciências da Educação

142

2,5

-

Gestão e Administração

345

2,5

-

Enfermagem

723

85

-

TOTAL

90

 

ORGANIZAÇÃO DO CURSO

O Curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem de Reabilitação é organizado e gerido pela UCP de Enfermagem de Reabilitação, da ESEnfC. No entanto, para atingir a sua máxima qualidade e atualidade participarão como conferencistas convidados:

-Docentes de outras unidades científico-pedagógicas da ESEnfC;

-Enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação, a desenvolver funções em diversos contextos clínicos e com desenvolvimento reconhecido na área da especialidade;

-Enfermeiros especialistas, noutras áreas de especialidade, cujo contributo seja bastante relevante para o curso;

 

-Outros profissionais de saúde que constituam uma mais-valia para o desenvolvimento científico dos formandos.





Unidades Curriculares Área Científica Tipo Total horas Horas T Horas TP Horas PL Horas S Horas E/TC Horas OT ECTS


T - Ensino Teórico; TP - Ensino Teórico-Prático; PL - Ensino Prático e Laboratorial;
S - Seminário; E/TC - Ensino Clínico/Trabalho de Campo; OT - Orientação Tutorial




ID Data Nome do ficheiro


ID Data Título do aviso Aviso


1º Semestre
Maria de Lurdes Ferreira de Almeida



2º Semestre
Maria de Lurdes Ferreira de Almeida



3º Semestre
Maria de Lurdes Ferreira de Almeida