Especialização em Enfermagem Comunitária


Tipo de curso


1.FINALIDADE DO CURSO

O desenvolvimento de comunidades saudáveis exige um envolvimento dos indivíduos, das famílias e da sociedade, através de estratégias de saúde que apoiem melhores cuidados de saúde, de planeamento, de educação para a saúde e de promoção da saúde e prevenção da doença, apoiada na participação multidisciplinar e intersectorial, de modo a promover uma cidadania responsável.

Para dar resposta a esta exigência pretende-se que os enfermeiros tenham uma visão futura dinâmica em relação ao planeamento das suas funções e na identificação das suas áreas de intervenção. Neste sentido, é necessário a formação do enfermeiro especialista nesta área, procurando desenvolver conhecimentos, capacidades e competências do exercício profissional de forma a responder aos atuais desafios humanos, sociais, culturais e ambientais, inerentes às necessidades de saúde.

A conceção do Plano de Estudos do Curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem Comunitária a implementar na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, pretende dar resposta à Portaria n.º 268/2002 de 13 de Março e aos aspetos anteriormente referidos, tendo por base um amplo conjunto de documentos legais, dos quais se salientam:

-Lei nº 156/2015 de 16 de setembro. Estatuto da Ordem dos Enfermeiros.

-Ordem dos Enfermeiros. Matriz para análise dos planos de estudo dos CPLEE/Mestrados. 

-Regulamento da Ordem dos Enfermeiros n.º 128/2011, de 18 de fevereiro. Regulamento das Competências Específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Comunitária e de Saúde Pública.

-Decreto-Lei nº 60/2003, de 1 de Abril. Rede de Cuidados de Saúde Primários.

Objetivos Curriculares

-Refletir sobre a Enfermagem Comunitária e a sua responsabilidade tendo em vista a sua aplicabilidade no exercício da profissão; 

-Desenvolver saberes do formando e proporcionar a aquisição integrada de conhecimentos para uma intervenção pró-ativa e multidisciplinar na comunidade;

-Incentivar o formando para o desenvolvimento da investigação e de estudos epidemiológicos, visando os melhores níveis de saúde da comunidade e excelência profissional.

 

Objetivos de aprendizagem

O Curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem Comunitária visa a formação de especialistas capazes de:

-Conceber cuidados de enfermagem especializados, inseridos numa equipa pluridisciplinar tendo em vista ajudar o indivíduo, a família e a comunidade na promoção e manutenção da saúde, no tratamento da doença e/ou na reinserção social, mobilizando os recursos ao seu dispor;

-Planear, executar e avaliar projetos de intervenção com a comunidade visando a promoção de estilos de vida saudáveis;

-Assegurar e/ou assumir a gestão dos cuidados de enfermagem e/ou unidades de saúde;

-Conceber, realizar e participar em estudos/investigação na área da saúde;

-Assumir a formação de enfermeiros e colaborar na de outros profissionais de saúde.

PERFIL DE COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER

O perfil de competências específicas a desenvolver está definido pelo Regulamento da Ordem dos Enfermeiros n.º 128/2011, de 18 de fevereiro - Regulamento das Competências Específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Comunitária e de Saúde Pública, concretamente no artigo 4.º:

A.Estabelece, com base na metodologia do planeamento em saúde a avaliação do estado de saúde de uma comunidade:

1)Procede à elaboração do diagnóstico de saúde de uma comunidade;

2)Estabelece as prioridades em saúde de uma comunidade;

3)Formula objetivos e estratégias face à priorização das necessidades em saúde estabelecidas;

4)Estabelece programas e projetos de intervenção com vista à resolução dos problemas identificados;

5)Avalia programas e projetos de intervenção com vista à resolução dos problemas identificados.

 

B.Contribui para o processo de capacitação de grupos e comunidades:

1)Lidera processos comunitários com vista à capacitação de grupos e comunidades na consecução de projetos de saúde e ao exercício da cidadania;

2)Integra, nos processos de mobilização e participação comunitária, conhecimentos de diferentes disciplinas: enfermagem, educação, comunicação, e ciências humanas e sociais; 

3)Procede à gestão da informação em saúde aos grupos e comunidade.

 

C.Integra a coordenação dos Programas de Saúde de âmbito comunitário e na consecução dos objetivos do Plano Nacional de Saúde:

1)Participa na coordenação, promoção implementação e monitorização das atividades constantes dos Programas de Saúde conducentes aos objetivos do Plano Nacional de Saúde.

 

D.Realiza e coopera na vigilância epidemiológica de âmbito geodemográfico:

1)Procede à vigilância epidemiológica dos fenómenos de saúde – doença que ocorrem numa determinada área geodemográfica.

ESTRUTURA CURRICULAR

O curso de Pós-Licenciatura em Enfermagem Comunitária tem a duração de três semestres curriculares:

-O primeiro semestre de cariz teórico e teórico-prático inclui entre outras as unidades curriculares comuns a outras pós-licenciaturas em Enfermagem, desenvolvendo-se com uma carga horária de cerca de 18 horas semanais.

-O segundo semestre integra componentes teórico-práticas, práticas e estágio em Centros de Saúde e estágios da área opcional, se lecionados para o efeito.

-O terceiro semestre reveste-se duma unidade prática em continuidade do semestre anterior e inclui a componente do estágio, durante três dias semanais a tempo inteiro, com 25 horas.

O plano de estudos está delineado de forma a preparar o enfermeiro especialista em Enfermagem Comunitária para o desenvolvimento local e regional, sendo composto por um conjunto de disciplinas das Ciências da Saúde e da Educação, principalmente as que têm a comunidade como campo de observação, análise, planeamento e intervenção.

ORGANIZAÇÃO DO CURSO

A organização e desenvolvimento do curso são responsabilidade da Unidade Cientifico-Pedagógica (UCP) de Enfermagem de Saúde Pública, Familiar e Comunitária. A lecionação das unidades curriculares comuns a outros cursos é assegurada por professores da ESEnfC, e das unidades curriculares especificas por professores da UCP e professores convidados para lecionar temáticas nas quais são peritos.





Unidades Curriculares Área Científica Tipo Total horas Horas T Horas TP Horas PL Horas S Horas E/TC Horas OT ECTS


T - Ensino Teórico; TP - Ensino Teórico-Prático; PL - Ensino Prático e Laboratorial;
S - Seminário; E/TC - Ensino Clínico/Trabalho de Campo; OT - Orientação Tutorial

Os estudantes que concluírem o Curso de Pós Licenciatura de Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica podem solicitar à Ordem dos Enfermeiros a atribuição do título de Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica a fim de prestarem cuidados especializados de enfermagem de Médico-Cirúrgica à pessoa em situação crítica, mas em praticamente todos os contextos de prestação de cuidados a nível hospitalar, onde, a qualquer momento, podem acontecer agudizações ou surgirem focos de instabilidade na pessoa internada, assim como, em diversas unidades de saúde de âmbito não hospitalar onde os saberes e as competências específicas destes enfermeiros podem contribuir para melhores resultados em saúde.




ID Data Nome do ficheiro


ID Data Título do aviso Aviso


1º Semestre




2º Semestre




3º Semestre




4º Semestre