Notícias
Enfermeiros de saúde materna e obstétrica em Portugal longe de prestarem quantidade de cuidados essenciais estimada pela OMS, afirma responsável pela especialidade na ESEnfC

 

Elementos fundamentais para a saúde sexual e reprodutiva, materna e neo-fetal, os enfermeiros especialistas em enfermagem de saúde materna e obstétrica «podem prestar 87% dos cuidados essenciais necessários às mulheres, casais e recém-nascidos», assim a profissão esteja regulada, estima a Organização Mundial de Saúde e a Organização das Nações Unidas. Todavia, em Portugal «estamos longe» de assegurar aquela quantidade de cuidados.

 

 

Quem o diz é Maria Neto da Cruz Leitão, professora da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), onde coordena a Unidade Científico-Pedagógica de Enfermagem de Saúde Materna, Obstétrica e Ginecológica.

Para a docente, que proferiu estas declarações no dia 17 de novembro, durante a sessão de encerramento do XI curso de pós-licenciatura de especialização em Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica (ESMO) ministrado na ESEnfC, «muito temos a fazer» neste campo.

A esperança é, agora, depositada nas novas especialistas em ESMO que, segundo Maria Neto, «vão contribuir para a mudança transformacional necessária para promover um futuro mais próspero e sustentável, que é o preconizado pela Global Strategy for Women´s, Children´s and Adolescent’s Health (2016-2030)».

De acordo com a também coordenadora do XI curso de pós-licenciatura de especialização em ESMO, há que continuar a trabalhar para que, perto ou longe de nós, se reduza a morti-morbilidade materna e infantil, se assegure direitos sexuais e reprodutivos, se transforme os partos em experiências positivas e se leve o pai a exercer a função paterna.

Ao felicitar as enfermeiras estudantes que concluíram este curso, que teve a duração de três semestres, Maria Neto frisou que a ESEnfC quis «ajudar a formar profissionais protagonistas e líderes em cuidados de enfermagem integrais às mulheres, casais e recém-nascidos, valorizando a integração entre ensino e aprendizagem, investigação e extensão de serviços à comunidade».

 

[2018-11-20]


Eventos
Ver Todos

  • NOV
    29
    ESEnfC > Polo A
    III Congresso Internacional Desafios da Qualidade em IES: das políticas à prática
  • OUT
    26
    ESEnfC > Polo A
    I Colóquio Internacional Envelhecimento, Saúde e Cidadania
  • OUT
    11
    Auditório António Arnaut > Polo B
    2ª Reunião Internacional da Rede Académica das Ciências da Saúde da Lusofonia
  • OUT
    09
    Auditório António Arnaut > Polo B
    Abertura Solene das Aulas 2018
  • OUT
    03
    ESEnfC > Polo B
    VII Encontro +Contigo