Notícias
Quase 90% dos idosos em estruturas residenciais no distrito de Coimbra sofreram quedas

 

Um estudo qualitativo coordenado pelo professor da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), Alberto Barata, que incidiu junto de 168 cidadãos com idade avançada de 13 estruturas residenciais para pessoas idosas (ERPI) no distrito de Coimbra, veio revelar que 87,5% desses seniores sofreram quedas no período de um ano, sendo que grande parte deles caiu duas vezes.

 

 

Segundo este estudo, desenvolvido no último ano letivo (2018-2019), em instituições onde estudantes da ESEnfC têm ensinos clínicos, as principais consequências para esta população idosa (faixa etária compreendida entre os 65 e os 100 anos de idade) resultantes das quedas consistiram em fraturas (em 20,2% da amostra), feridas (11%) e traumatismos cranianos (3,3%).

Os resultados do estudo “Avaliação do risco de quedas em Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) no concelho de Coimbra” foram apresentados durante o 9º Colóquio Envelhecimento, Saúde e Cidadania, organizado no dia 25 de outubro pela ESEnfC.

O professor Alberto Barata recomenda que sejam adotados programas de prevenção de quedas, que incidam simultaneamente em aspetos organizativos, cognitivos e de funcionalidade, que ajudem, por um lado, a diminuir o número de quedas e, por outro, a minimizar o seu impacto na saúde e mobilidade dos mais velhos.

 

[2019-10-28]


Eventos
Ver Todos

  • FEB
    21
    Online
    13th Comprehensive Systematic Review Training Program (CSRTP)
  • DEC
    02
    Online
    Webinar - Cidadão e Inovação
  • NOV
    30
    online
    1º Encontro Internacional (Re)Pensar o VIH e Sida: um percurso de 40 anos
  • NOV
    25
    ESEnfC - Polo B
    Workshop "Saber quem sou - Estudante do ensino superior"
  • NOV
    25
    online
    Seminário Internacional Virtual: Violência Sexual: (Des)Ocultar Violências