Notícias
Saúde da família no topo das preocupações das mães primíparas nos primeiros meses pós-parto, conclui estudo de doutoramento de Ana-Bela Caetano

 

A saúde da família, logo seguida do bem-estar materno, do regresso ao trabalho e (em quarto lugar) dos cuidados à criança, constituem as principais preocupações maternas das mães pela primeira vez, tanto ao 1º como ao 6º mês de vida do bebé, revela uma investigação da professora da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), Ana-Bela de Jesus Roldão Caetano, que auscultou mais de centena e meia de mulheres que tiveram o primeiro parto.

 

 

Estas e outras conclusões resultam de um conjunto de estudos que estão na base do doutoramento em Ciências de Enfermagem intitulado “Preocupações maternas em primíparas durante os primeiros 6 meses de pós-parto”, cuja tese a docente da ESEnfC defendeu, em outubro último, no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.

Embora ao 6º mês com uma ligeira diminuição nos níveis das preocupações iniciais, que se mantêm as mesmas e com a mesma ordenação, constata-se que a “rede social de suporte” e a “relação marital” são aspetos de menor importância para a mãe no pós-parto.

Por outro lado, «as diferenças nas preocupações maternas ao 1º e ao 6º mês não foram estatisticamente significativas, segundo as habilitações académicas, a situação profissional e a frequência de um curso de preparação para o parto e parentalidade», nota, ainda, Ana-Bela Caetano.

O trabalho de doutoramento da docente da ESEnfC compreendeu três estudos, desenvolvidos entre 2012 e 2017: a tradução e adaptação para a população portuguesa do Mothers’ Concern Questionnaire (questionário sobre preocupações maternas construído, em 2007, pela psicóloga israelita Marsha Kaitz); uma revisão integrativa da literatura (a partir de 17 estudos) que visou identificar as principais preocupações maternas em mães pela primeira vez ao 1º e ao 6º mês pós-parto; e uma avaliação da mudança e estabilidade das preocupações maternas em mães pela primeira vez, também ao 1º e ao 6º mês pós-parto (numa amostra de 161 mães primíparas).

Ainda de acordo com o último estudo referido, «quanto mais velhas são as mães, menos preocupações apresentam na dimensão “regresso ao trabalho”», que integra os itens “lidar com as exigências em casa”, “separação do bebé” (o que representa maior preocupação ao 1º e ao 6º mês) e “ser mãe e trabalhadora”.

 

[2021-01-25]


Eventos
Ver Todos

  • MAR
    22
    Online & Presencial
    ICOHN 2023: Worker's Health in the Digital Age
  • MAR
    14
    Presencial
    MULTIPLIER EVENT "Sharing the best practices in MulticulturalCare Nursing Education for a Global World"
  • FEB
    27
    ESEnfC > Polo C
    15th Comprehensive Systematic Review Training Program (CSRTP)
  • FEB
    16
    III Encontro Nacional da Rede de Voluntariado no Ensino Superior: A construir um país mais solidário
  • JAN
    30
    ESEnfC - Polo C
    3rd Evidence Implementation Training Program