Notícias
Estudantes da ESEnfC criaram website para pré-adolescentes ultrapassarem momentos de crise

 

Seis estudantes finalistas da licenciatura da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) desenvolveram, no último ano letivo, um website (https://nao-estas-sozinho.wixsite.com/esenfc) que pretende auxiliar alunos do 2º e 3º ciclo do ensino básico a ultrapassarem momentos de crise relacionados com a saúde mental.



 

O website foi criado no contexto de um programa de promoção de saúde, esperança e saúde mental em escolas, denominado “Mágica Esperança”, que «surgiu como resposta dos estudantes ao convite» que lhes foi feito «pela Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) Coimbra Saúde», local onde cumpriram ensino clínico do 8º semestre, «de realizar algumas sessões de educação para a saúde no âmbito da saúde mental em contexto escolar», refere Carlos Cunha, um dos alunos do 4º ano então envolvidos no projeto.

Tendo como «ponto de partida» o desafio da UCC Coimbra Saúde, de que «fossem abordados os sentimentos que os alunos tinham experienciado durante a pandemia», e «após alguma pesquisa bibliográfica sobre a temática», os estudantes da ESEnfC focaram «a intervenção sobre o prisma da promoção de esperança», adianta o porta-voz do projeto “Mágica Esperança”.

Foram realizadas 66 sessões “Mágica Esperança”, distribuídas por quatro escolas/agrupamentos na área de abrangência da UCC Coimbra Saúde.

«O website é apenas uma das ferramentas que criámos para, de forma mais dinâmica e apelativa, transmitir informações relevantes como as linhas de apoio que os mais jovens podem contactar quando assim necessitarem, bem como a disponibilização de mais informações sobre como podem construir o designado “kit de esperança” (https://nao-estas-sozinho.wixsite.com/esenfc/kit-esperança), personalizando-o», explica Carlos Cunha.

«Os alunos do 2º e 3º ciclo do ensino básico, ao longo de todo o desenrolar da pandemia, também sofreram alterações nas suas rotinas, necessitando de fazerem uma adaptação relativamente repentina. Por vezes, nestas idades não é fácil compreender tudo o que se está a passar à sua volta e existe alguma dificuldade em mudar alguns comportamentos, como o uso das máscaras e o cumprimento de regras de distanciamento social, a desinfeção das mãos ou até mesmo o isolamento profilático. Isto pode fazer com que os mais jovens tenham um impacto negativo na sua saúde mental, podendo surgir pensamentos negativos como a raiva, tristeza, solidão e falta de esperança», constatam os seis finalistas da ESEnfC, que decidiram ajudar.

O projeto “Mágica Esperança” foi desenvolvido pelos estudantes Ana Ribeiro, Carlos Cunha, Cristiana Batista, Francisco Lopes, João Miguel Silva e Rodrigo Rato, que contaram com a orientação das professoras Ana Paula Monteiro e Rosa Maria Simões.

 

[2021-07-22]


Eventos
Ver Todos

  • MAR
    22
    Online & Presencial
    ICOHN 2023: Worker's Health in the Digital Age
  • MAR
    14
    Presencial
    MULTIPLIER EVENT "Sharing the best practices in MulticulturalCare Nursing Education for a Global World"
  • FEB
    27
    ESEnfC > Polo C
    15th Comprehensive Systematic Review Training Program (CSRTP)
  • FEB
    16
    III Encontro Nacional da Rede de Voluntariado no Ensino Superior: A construir um país mais solidário
  • JAN
    30
    ESEnfC - Polo C
    3rd Evidence Implementation Training Program