Notícias
Bem-vindos à ESEnfC, escola promotora de saúde

 

Uma instituição de ensino superior que se pauta pela exigência, defensora de uma enfermagem clínica baseada na evidência científica, consciente da importância de promover a saúde e o bem-estar dos estudantes, respeitadora das diferenças individuais e amiga do ambiente. Foi desta forma que a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) se apresentou aos novos alunos matriculados no ano letivo de 2018-2019, durante o programa de acolhimento e integração que decorreu de 17 a 19 de setembro.

 

 

Logo na sessão de boas-vindas, a Presidente da ESEnfC, Aida Cruz Mendes, deu a conhecer algumas caraterísticas da escola que, no entendimento de muitos, contribuirão para que seja «a melhor do país».

Organização democrática que tem a «construção da cidadania com um dos seus valores», a ESEnfC propõe-se «formar os melhores enfermeiros do mundo» que, para isso, terão de ser «cidadãos comprometidos e com intervenção na sociedade e na profissão», desafiou a professora Aida Cruz Mendes, que disse ainda pretender «que daqui saiam líderes».

Nesse sentido, além da aquisição de conhecimentos sobre as melhores práticas de uma «profissão que vai exigir que estudem a vida inteira», há que desenvolver «competências transversais», se possível logo «desde o primeiro ano do curso».

«Aprende-se participando», frisou a Presidente da ESEnfC, ao notar que a instituição quer «que todos os estudantes tenham uma voz ativa nos seus processos de aprendizagem e no desenvolvimento da escola».

E porque «a escola não é um edifício», mas antes «as pessoas que aqui trabalham e que lhe dão alma», Aida Cruz Mendes convidou os novos estudantes a apelarem para os órgãos da instituição (como o Conselho Pedagógico, ou o Provedor do Estudante) e para os professores responsáveis pelo curso de licenciatura, «para que [os alunos] também possam construir escola desde o primeiro dia».

 

Aida Cruz Mendes: Presidente da ESEnfC exortou ao respeito pela diferença

 

«Respeito e humanismo nos procedimentos» é outro valor que norteia a ESEnfC, acrescentou a Presidente da Escola, ao notar que a Enfermagem é uma «ciência de relação, de ajuda ao outro» e que, desse modo, «um dos seus princípios enformadores consiste» no respeito pela «diferença» e pela «pessoa na sua potencialidade e no seu projeto de vida».

 

Primeira ajuda em saúde mental

A deslocalização da área residência, a separação da família e dos amigos, a adaptação a uma nova casa, cidade e instituição de ensino, as avaliações e testes, a pressão para o sucesso, a competição entre os pares, ou o medo de cometer erros (no contexto de ensino clínico, em contacto com as expetativas e com o sofrimento dos utentes dos serviços de saúde), são apontados como momentos de elevada pressão que os jovens enfrentam no ingresso e durante a frequência do ensino superior.

A pensar nisso, a ESEnfC recebeu os novos estudantes com um curso de “Primeira ajuda em saúde mental”.

A iniciativa procurou sensibilizar para a saúde mental, mas também ensinar os estudantes a atuarem de modo adequado em termos do apoio a prestar a alguém que necessite, promovendo e facilitando a procura de ajuda em saúde mental. A redução do estigma e da discriminação sociais associados a estes problemas, muitas vezes responsáveis pelo agravar das situações de saúde, foram outros objetivos desta formação.

Um total de 324 alunos colocados na licenciatura em Enfermagem foi o resultado da 1ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior de 2018, embora nem todos se tenham matriculado (registaram-se 41 vagas sobrantes), aos quais se juntaram 55 (da 2ª fase do concurso), segundo divulgado, em setembro, pela Direção-Geral do Ensino Superior.

Também em setembro, chegaram 55 novos estudantes incoming (sobretudo estrangeiros) que, durante o 1º semestre do presente ano letivo, vão frequentar ensinos clínicos em vários serviços de saúde da cidade de Coimbra.

 

55 estudantes externos em mobilidade na ESEnfC durante o 1º semestre

  

Provenientes em maior número de Espanha (36), há também novos estudantes externos em mobilidade na ESEnfC oriundos do Brasil (7), também de Portugal (4 do Porto) e, em menor número, de Itália (2), Áustria (2), Inglaterra (2) e Suécia (2).

 

[2018-09-25]


Eventos
Ver Todos

  • NOV
    29
    ESEnfC > Polo A
    III Congresso Internacional Desafios da Qualidade em IES: das políticas à prática
  • OUT
    26
    ESEnfC > Polo A
    I Colóquio Internacional Envelhecimento, Saúde e Cidadania
  • OUT
    11
    Auditório António Arnaut > Polo B
    2ª Reunião Internacional da Rede Académica das Ciências da Saúde da Lusofonia
  • OUT
    09
    Auditório António Arnaut > Polo B
    Abertura Solene das Aulas 2018
  • OUT
    03
    ESEnfC > Polo B
    VII Encontro +Contigo