Notícias
ESEnfC admite 16 professores adjuntos em quatro anos

 

 

A Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) admitiu, no último quadriénio, um total de 16 professores adjuntos, distribuídos por sete das oito unidades científico-pedagógicas (UCPs) da instituição: Enfermagem de Reabilitação (2), Enfermagem de Saúde da Criança e do Adolescente (2), Enfermagem de Saúde Materna, Obstétrica e Ginecológica (2), Enfermagem de Saúde Pública, Familiar e Comunitária (3), Enfermagem do Idoso (1), Enfermagem Fundamental (1) e Enfermagem Médico-Cirúrgica (5).

De acordo com a professora Aida Cruz Mendes, «este esforço de renovação do corpo docente», verificado durante o mandato que agora termina, como resultado de «uma tendência crítica para um acentuado envelhecimento em algumas UCPs», e que «tem de ser equilibrado com a resposta a necessidades de não docentes e cumprindo as regras de equilíbrio orçamental, tem de continuar, ainda, nos próximos anos».

Todavia, «tal como demonstrou um estudo recente do CNEPE, a renovação do corpo docente é um desafio que se coloca de uma maneira generalizada em todas as IES e encontra dificuldades na sua boa resolução pela escassez de doutorados em enfermagem no mercado de trabalho», constata a Presidente da ESEnfC.

No mandato que agora termina, para a  UCP de Enfermagem de Reabilitação  foram admitidos os docentes Hugo Leiria Neves (janeiro de 2020) e Vítor Sérgio de Oliveira Parola (maio de 2021).

Hugo Leiria Neves assumiu, desde 2017, a função de docente na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria), sendo membro da equipa principal do Portugal Centre for Evidence Based Practice (PCEBP): A JBI Centre of Excellence. Antes, foi enfermeiro nos Hospitais da Universidade de Coimbra.
Mestre em Enfermagem (pelo Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa), pós-graduado em Economia e Gestão em Organização de Saúde (pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra), com pós-licenciatura de especialização em Enfermagem de Reabilitação (pela Escola Superior de Enfermagem da Cruz Vermelha Portuguesa - Oliveira de Azeméis), Hugo Neves licenciou-se em Enfermagem na Escola Superior de Enfermagem de Dr. Ângelo da Fonseca.

Vítor Parola é doutorado em Ciências de Enfermagem, mestre em Cuidados Paliativos, mestre em Investigação em Ciências da Saúde, enfermeiro especialista em Enfermagem de Reabilitação e Enfermagem Médico-Cirúrgica na área de Enfermagem à Pessoa em Situação Paliativa, além de licenciado em Enfermagem.
Possui título de especialista na área de Enfermagem, é investigador integrado na Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem (UICISA: E), da ESEnfC, e também membro da equipa principal do PCEBP: A JBI Centre of Excellence.

Quanto à  UCP de Enfermagem da Saúde da Criança e do Adolescente , conta agora com as novas professoras adjuntas Márcia Noélia Pestana dos Santos (junho de 2022) e Marília Costa Flora (maio de 2022).

Márcia Pestana Santos é licenciada em Enfermagem pela Escola Superior de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca, mestre e doutora em Ciências de Enfermagem pelo Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto. Especialista em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria, tem uma pós-graduação em Enfermagem de Anestesiologia e outra de formação avançada em Ciências da Saúde. Inicialmente, exerceu funções como enfermeira e, depois, como enfermeira especialista, no Bloco Operatório do Hospital Pediátrico de Coimbra (entre 2005 e 2022).

Marília Costa Flora é mestre em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediátrica (2013), com pós-licenciatura na mesma área (2011), pela ESEnfC, tendo concluído a licenciatura em Enfermagem (2005) na Escola Superior de Enfermagem de Viseu. Doutoranda em Enfermagem pela Universidade de Lisboa (em parceria com a Escola Superior de Enfermagem de Lisboa), encontra-se a desenvolver a tese "Impacto de um programa para a autogestão em adolescentes com Diabetes Tipo 1" (integrada no projeto de investigação LayLed as Educator). Exerceu a profissão de enfermeira na prática clínica, na área da Pediatria, no Hospital Distrital da Figueira da Foz (2005-2018), no ACES Dão Lafões (2018-2021) e no Centro Hospitalar Tondela-Viseu (2021-2022). Desde 2010 que colabora com a ESEnfC, na qualidade de assistente convidada, na UCP de Fundamentos de Enfermagem (2010-2015) e na UCP de Enfermagem de Saúde da Criança e do Adolescente (2015-2021).

Também duas novas professoras adjuntas passam a integrar a  UCP de Enfermagem de Saúde Materna, Obstétrica e Ginecológica : Cláudia Patrícia da Costa Brás (fevereiro de 2020) e Marlene Isabel Lopes (maio de 2022).

Cláudia Patrícia da Costa Brás é doutoranda em Ciências de Enfermagem no ICBAS, mestre e especialista em Enfermagem de Saúde Materna, Obstetrícia e Ginecologia, mestre em Ciências da Educação - área de especialização em Educação Social e Intervenção Comunitária, com pós-graduação em Gestão e Administração de Serviços de Saúde, pelo Instituto Politécnico de Viseu. Entre 2001 e 2020, exerceu a profissão de enfermeira na Maternidade Bissaya Barreto, atualmente integrada no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

Marlene Isabel Lopes é licenciada em Enfermagem (2000), com pós-licenciatura de especialização em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia (2007) e mestrado na mesma área (2019), pela ESEnfC. Obteve, em 2019, o título de especialista na área de Enfermagem, para o exercício de funções docentes no ensino superior politécnico, tem a competência acrescida avançada em supervisão clínica, conferida pela Ordem dos Enfermeiros, e é doutoranda em Enfermagem, na Universidade Católica Portuguesa.
Marlene Lopes exerceu como enfermeira de cuidados gerais, nos Hospitais da Universidade de Coimbra e como enfermeira especialista em Saúde Materna e Obstétrica (desde 2007) na Maternidade Dr. Daniel de Matos, do CHUC. Foi professora assistente convidada da ESEnfC, desde 2007, e professora adjunta convidada desde 2019. Integra, desde 2017, a Rede ESMO.

Relativamente à  UCP de Enfermagem de Saúde Pública, Familiar e Comunitária , passou, nos últimos quatro anos, a beneficiar da colaboração das docentes Aliete Cristina Gomes Dias Pedrosa da Cunha Oliveira (janeiro de 2020), Eva Patrícia da Silva Guilherme Menino (fevereiro de 2019) e Sílvia Manuela Dias Tavares da Silva (maio de 2021).

Aliete Cunha Oliveira é doutorada em Ciências da Saúde - ramo de Enfermagem (2015), pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), mestre em Saúde Pública, pela mesma instituição, e especialista em Enfermagem Comunitária, pela ESEnfC. Pós-graduada em Economia e Gestão das Organizações de Saúde, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC), a professora adjunta da ESEnfC exerceu a profissão de enfermeira no Centro de Saúde de Celas, e Centro de Atendimento a Jovens, em Coimbra. Fez consultadoria técnica para a Enfermagem, na ARS Centro (2011-2014), onde foi consultora do Departamento de Contratualização - Cuidados Saúde Primários (2007-2009). Aliete Cunha Oliveira foi membro da Comissão Nacional para a Saúde Materna, da Criança e do Adolescente, órgão consultivo do Ministério da Saúde (2010-2015). É membro do grupo de trabalho da Reforma da Saúde Pública em Portugal, no Ministério da Saúde (desde 2020), investigadora na (UICISA: E) e no Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20), da UC. Desde 2014 que leciona, como assistente convidada, no curso de licenciatura em Enfermagem, em mestrados e doutoramentos.

Eva Patrícia da Silva Guilherme Menino é doutorada em Enfermagem pela Universidade Católica Portuguesa, mestre e especialista em Enfermagem Comunitária, e detentora de duas licenciaturas (em Enfermagem, pela Escola Superior de Enfermagem Maria Fernanda Resende, e em Gestão, pelo Instituto Politécnico de Leiria). A nova professora adjunta exerceu a profissão de enfermeira no Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa, em Lisboa (2005-2006), no Centro de Saúde Dr. Arnaldo Sampaio (2006) e na USF Santiago, do ACES Pinhal Litoral (2007-2009).
De 2010 até ao presente esteve em dedicação exclusiva à docência, a lecionar em cursos de licenciatura e de mestrado em Enfermagem. Integrou, ainda, grupos de peritos na Direção-Geral da Saúde, durante os anos de 2016-2018, na área da Saúde Escolar.

Sílvia Manuela Dias Tavares da Silva, que desde 2007 tem sido docente noutras instituições de ensino Superior, é doutorada em Investigação Aplicada em Medicina Preventiva, Saúde Pública e Cirurgia, pela Universidade de Santiago de Compostela, tem o título de especialista em Enfermagem (Decreto-Lei n.º 206/2009), o mestrado em Saúde Pública pela UC e a pós-Graduação em Gestão dos Serviços de Saúde. É enfermeira especialista em Enfermagem de Saúde Comunitária e de Saúde Pública, tendo exercido na prática clínica durante cerca de 20 anos. Acumulou experiência nos cuidados de saúde primários, como enfermeira de família, na Unidade de Cuidados na Comunidade e na equipa de coordenação local da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, da qual foi coordenadora.
Sílvia Tavares da Silva colabora com a Universidade de Santiago, em Cabo Verde, nos mestrados da sua área, é membro não integrado na Unidade de Investigação RECI- Research in Education and Community Intervention e investigadora integrada na UICISA: E.

Uma nova professora adjunta foi admitida (em maio de 2021) na  UCP de Enfermagem do Idoso . Chama-se Adriana Raquel Neves Coelho, é doutorada em Ciências de Enfermagem, mestre em Cuidados Paliativos, mestre em Investigação em Ciências da Saúde, enfermeira especialista em Enfermagem Comunitária e Enfermagem Médico-Cirúrgica, na área de Enfermagem à Pessoa em Situação Paliativa, além de licenciada em Enfermagem. Possui o título de especialista na área de Enfermagem, é investigadora integrada na UICISA: E, da ESEnfC, e membro da equipa principal do PCEBP: a JBI Centre of Excellence. Desde 2016 que está em dedicação exclusiva à docência no âmbito da Enfermagem.

Por sua vez, na  UCP de Enfermagem Fundamental , foi admitida a professora adjunta Teresa Margarida Almeida Neves (junho de 2021). Doutorada em Ciências da Saúde, ramo de Enfermagem, pela FMUC, mestre em Gestão de Recursos Humanos, licenciada em Enfermagem, com especialização em Cuidados Continuados e Paliativos e Análise de Dados, Teresa Neves é, ainda, enfermeira especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, na área de Enfermagem à Pessoa em Situação Paliativa, investigadora da UICISA: E e colaboradora do Observatório Português dos Cuidados Paliativos. Entre 2005 e 2021, Teresa Neves exerceu funções como enfermeira no CHUC. Ao nível da docência, enquanto convidada, colaborou com a ESEnfC, com a Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro e com a FMUC.

Já a  UCP de Enfermagem Médico-Cirúrgica  absorveu cinco novos professores adjuntos: Andréa Ascenção Marques (junho de 2021), Catarina Alexandra Rodrigues Faria Lobão (janeiro de 2020), Eduardo José Ferreira dos Santos (junho de 2022), Marco António Rodrigues Gonçalves (junho de 2022) e Pedro Miguel Lopes de Sousa (fevereiro de 2019).

Andréa Ascenção Marques é doutorada em Enfermagem pela UC (2017), enfermeira especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica à Pessoa em Situação Crónica, pós-graduada em Princípios e Práticas de Investigação Clínica pela Universidade de Harvard e pós-graduada em Enfermagem Reumatológica pela Universidade de Keele. A professora Andréa Marques é enfermeira desde 2009, tendo desenvolvido a sua prática clínica, desde essa data, no Serviço de Reumatologia do CHUC. Continua a colaborar com o CHUC, na consulta de enfermagem à pessoa com fratura de fragilidade. Tem desenvolvido investigação com vários projetos financiados na área da doença crónica, fraturas de fragilidade, educação ao doente e promoção do trabalho interdisciplinar.

Catarina Alexandra Rodrigues Faria Lobão é doutorada em Psicologia pela Universidade da Extremadura, mestre em Família e Sistemas Sociais pela Escola Superior de Altos Estudos - Instituto Superior Miguel Torga/Coimbra, pós-licenciada em Enfermagem Médico-Cirúrgica, pela ESEnfC, e pós-graduada em Psicogerontologia. Iniciou funções de Enfermagem na prestação de cuidados no ano de 2000 (Centro de Saúde de Seia, Hospital Pêro da Covilhã e Hospitais da Universidade de Coimbra), acumulando com funções de assistente convidada de 2005 a 2008. Em 2009, ingressa na carreia docente na Escola de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria, onde manteve funções até janeiro de 2020, altura em que ingressa, como professora adjunta, na ESEnfC. Foi Presidente da Mesa do Colégio da Especialidade de Enfermagem Médico-Cirúrgica da Ordem dos Enfermeiros (mandato 2016-2019), contribuindo para a regulamentação da especialidade em Enfermagem Médico-Cirúrgica nas quatro áreas que a compõem.

Eduardo José Ferreira dos Santos é doutorado em Ciências da Enfermagem, especializado em Análise de Dados, mestre e especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, com competência avançada em Supervisão Clínica e Gestão. É, também, pós-graduado em Gestão e Administração de Serviços de Saúde, e em Tratamento de Feridas e Regeneração Tecidular.
Desde 2021 que está em dedicação exclusiva à docência, no Instituto Politécnico de Viseu. Anteriormente, foi coordenador de ensaios clínicos no Serviço de Reumatologia do CHUC.

Marco António Rodrigues Gonçalves é mestre e especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, pela ESEnfC, e doutorando em Ciências de Enfermagem no ICBAS. Até junho de 2022, foi enfermeiro especialista no CHUC, tendo exercido funções docentes, enquanto convidado na ESEnfC, desde 2015-2016.

Finalmente, Pedro Miguel Lopes de Sousa é doutorado em Enfermagem (pela Universidade de Lisboa, em parceria com a Escola Superior de Enfermagem de Lisboa), mestre em Psicologia, área de especialização em Psicologia Pedagógica (pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da UC), com pós-licenciatura de especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica (pela Escola Superior de Saúde da Guarda), e licenciado em Enfermagem na Escola Superior de Enfermagem de Viseu. Desde 2010, assumiu a função de docente no IP Leiria, sendo investigador do CiTechCare – Center for Innovative Care and Health Technology/IPLeiria e coordenador do projeto financiado pelo Portugal 2020 "TeenPower: e-Empowering teenagers to prevent obesity". Antes, fora enfermeiro nos HUC.

 

[2022-07-29]


Eventos
Ver Todos

  • MAR
    22
    Online & Presencial
    ICOHN 2023: Worker's Health in the Digital Age
  • MAR
    14
    Presencial
    MULTIPLIER EVENT "Sharing the best practices in MulticulturalCare Nursing Education for a Global World"
  • FEB
    27
    ESEnfC > Polo C
    15th Comprehensive Systematic Review Training Program (CSRTP)
  • FEB
    16
    III Encontro Nacional da Rede de Voluntariado no Ensino Superior: A construir um país mais solidário
  • JAN
    30
    ESEnfC - Polo C
    3rd Evidence Implementation Training Program